Convivência, conflitos e mediações nas UPPs

Com base nos dados da pesquisa Convivência e conflitos em comunidades com UPP, realizada pelo CESeC, em 2016, este texto explora a conflitualidade vivida nas 37 favelas ocupadas pela polícia, naquele momento, no município do Rio de Janeiro. Procurou-se conhecer a visão dos moradores sobre as tensões experimentadas em suas relações cotidianas e, particularmente, nas interações com os policiais da UPP. Foram abordadas, ainda, as percepções sobre o programa de mediação de conflitos que havia sido adotado nesses territórios e as repercussões dessa iniciativa frente aos conflitos que terminaram por inviabilizar a proposta inicial de estabelecer ali um modelo de policiamento baseado na proximidade com a população.

Baixe o texto completo

pdf

Mais Boletins