Jovens em carreiras criminais

Foto: Ratão Diniz

OBJETIVO GERAL

Criar um campo de discussão a partir de estudos empíricos recentes com jovens envolvidos com o “mundo do crime” em distintas dinâmicas locais no Brasil. A partir do acompanhamento de uma experiência realizada na favela da Maré com 53 jovens que estiveram no tráfico, observamos dinâmicas de criminalidade que caracterizam atualmente a venda local de drogas em favelas cariocas e também distintos crimes contra o patrimônio (roubos, furtos, golpes) em outros locais da cidade. A partir do material empírico colhido durante a observação na favela carioca pretendemos analisar e comparar os principais achados da pesquisa com dinâmicas de criminalidade e características de carreiras criminais de jovens em outras cidades do Brasil. Ao final, será produzida uma coletânea de artigos que tem por objetivo contribuir para o campo de estudos a partir de descrição e análise de panoramas atuais.

FASES

  • A primeira fase deste projeto foi constituída pelo acompanhamento por três anos de carreiras criminais de 53 jovens de uma favela do Rio de Janeiro que pertenceram a duas facções diferentes do tráfico de drogas local. (VER http://www.ucamcesec.com.br/projeto/monitoramento-e-avaliacao-do-projeto-luta-pela-paz/)
  • A presente fase está sendo organizada a partir da ideia de comparar os resultados desse estudo com outros estudos sendo realizados em outras cidades do Brasil com jovens em carreiras criminais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • O objetivo da fase 1 foi acompanhar, descrever e analisar o projeto da ONG Luta pela Paz, destinado a integrar em atividades de estudo e emprego jovens que participaram de redes do tráfico de drogas em favelas da Maré, na cidade do Rio de Janeiro. Ao longo deste monitoramento pudemos analisar trajetórias biográficas de 53 jovens envolvidos com o “mundo do crime”.
  • Os objetivos da fase 2 são:
    • Identificar panoramas e padrões predominantes de dinâmicas de criminalidade e violência em distintas áreas do Brasil por meio das observações das trajetórias de jovens engajados em carreiras criminais.
    • Conhecer realidades de estruturas de criminalidade e do mundo do crime em RJ, SP, MG e CE.
    • Expor diferentes tradições de pesquisa (oriundas da sociologia, antropologia e criminologia) a partir de um aspecto a comum a várias investigações, as trajetórias criminais.

METODOLOGIA

  • Fase 1 – Monitoramento
    • Trabalho de campo qualitativo baseado em observações das dinâmicas do Projeto Especial.
    • Levantamentos quantitativos por meio de aplicação de surveys em diversas fases do projeto, com jovens e a equipe.
    • Grupos focais com os jovens e a equipe.
    • Entrevistas com a equipe da ONG.
    • Entrevistas biográficas com 13 jovens do projeto.
  • Fase 2 – Seminário e Publicação
    • Apresentação de trabalhos focalizando estudos nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Ceará.
    • Discussão em torno dos trabalhos apresentados.
    • Produção de artigos com a síntese do trabalho e as contribuições recebidas nas discussões.

EQUIPE

Coordenação geral

Silvia Ramos

Pesquisador

Pablo Nunes

PRODUTOS

Relatório de avaliação do Projeto Especial realizado pela ONG Luta pela Paz.

Seminário “Jovens em carreiras criminais – Panoramas diversos no Brasil”.

Livro a ser publicado após o seminário em formato de coletânea de artigos.

PROJETOS RELACIONADOS

Monitoramento e avaliação do Projeto Luta pela Paz na Maré

Mais Projetos